Radialista Mução é preso em operação da PF contra pedofilia - Radialista Mução é preso em operação da PF contra pedofilia -
stickyimage

SEJAM BEM VINDOS AO MAIS NOVO E COMPLETO PORTAL DE NOTÍCIAS DE MARACANAÚ

SAIBA MAIS FECHAR

.

Copy and paste this shortcode into a page or post to display the ticker within the post content.

Radialista Mução é preso em operação da PF contra pedofilia

O apresentador de rádio Mução foi um dos suspeitos presos na manhã desta quinta-feira pela Polícia Federal (PF) que está realizando uma operação de combate à pedofilia e pornografia infantil nos estados de Pernambuco, Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Ceará, Maranhão, Rio Grande do Norte e no Distrito Federal.

O humorista que apresenta um programa diário numa rádio local foi detido em Fortaleza. A superintendência da PF em Pernambuco realiza nesta manhã uma entrevista coletiva para apresentar o balanço da ação. Mução é filho de Lina Vieria, a primeira mulher que comandou a Receita Federal do Brasil, que foi exonerada pelo então ministro da Fazenda, Guido Mantega. Antes de ir para Brasília, Lina comandava a 4ª Região Fiscal da Receita, que engloba os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Segundo a PF, pelo menos quatro dos 15 mandados de prisão expedidos pela Justiça já foram cumpridos. A operação DirtyNet (internet suja), como foi batizada, pretende cumprir ainda 50 mandados de busca e apreensão. O objetivo é desarticular uma quadrilha que compartilhava material de pornografia infantil pela internet.

Os suspeitos vinham sendo investigados há cerca de seis meses. Durante esse período os integrantes do grupo foram flagrados trocando arquivos com cenas de adolescentes, crianças e bebês em contexto de abuso sexual. Os suspeitos também relatavam crimes de estupro cometidos contra os próprios filhos, além de sequestros, assassinatos e atos de canibalismo.

Diário de Pernambuco